h1

Eu Sou a Lenda

fevereiro 16, 2008

Eu Sou a Lenda

 

 

 

I Am Legend (EUA – 2007 – 100 min)

 

Direção: Francis Lawrence

 Roteiro: Mark Protosevich e Akiva Goldsman, baseado em roteiro de John William Corrington e Joyce Hooper Corrington e em livro de Richard Matheson

Elenco Famoso: Will Smith, Alice Braga, Charlie Tahan.   

 

Filme B da Warner que fez sucesso dezenas de vezes maior do que o esperado, Eu Sou a Lenda é de certa forma um remake de A Última Esperança da Terra (embora ambos tenham sido baseados no mesmo livro de Richard Matheson, o segundo é muuito mais velho).

Cientistas, na tentativa, digamos que com sucesso, de criar uma cura para o câncer, usando o vírus do sarampo, acabam espalhando uma terrível doença pela Terra. Testados em humanos, o vírus começou curando a doença, e mais tarde acabou matando quase todos os pacientes. Os que sobraram acabaram tornando-se criaturas hostis, supersensíveis ao cheiro de uma singela gotícula de sangue e à radiação UVB, ou seja, transformaram-se em algo parecido com vampiros.

O filme passa-se em uma inimaginável Nova York deserta, onde, aparentemente, o único ser humano não afetado pelo vírus é Robert Neville (Will Smith). Por mais de dois anos, ele passa os dias acompanhado de sua cadela Sam (inacreditavelmente, é impossível achar o nome da atriz canina), saqueando casas vazias e tentando transferir sua imunidade para o resto da população. Durante a noite, se esconde em sua casa torcendo para não ser assassinado pelas criaturas.

Will Smith, passando a maior parte do tempo tendo que falar sozinho, acaba mostrando-se um ator muito melhor do que pensava-se (e ele já era considerado um excelente ator desde o ótimo A Procura da Felicidade) pois a maior parte dos diálogos é em sua cabeça, e não parece algo estranho. O filme também tem primorosos efeitos especiais e a história é relativamente envolvente. Um dos grandes problemas do filme são algumas coisas inexplicáveis, como os inúmeros antílopes que andam pela cidade (poderia presumir-se que fugiram do zoológico, mas quantos são mantidos em um?), e o fato de humanos infectados andarem por aí de bermuda (tudo bem, não poderiam estar nus, mas não faz muito sentido).

O filme também é capaz de dar alguns sustos, portanto esteja preparado (conheço gente que não estava…). É um ótimo exemplo de filme que superou o original. Com participação de Alice Braga, sobrinha da Sônia Braga. 

 

Nota: 8,5

 

 

 

 

Por Renato Valverde

One comment

  1. Bom, detalhes a parte … um filme bom (ultimamente os filmes estão decadentes)



Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: