h1

A Múmia – Tumba do Imperador Dragão

agosto 3, 2008

The Mummy: Tomb of the Dragon Emperor

EUA / Canadá / Alemanha – 2008, 112 min

 

Direção: Rob Cohen

Roteiro: Alfred Gough, Miles Millar

Elenco: Maria Bello, Jet Li, Brendan Fraser, Michelle Yeoh, Luke Ford, John Hannah, Isabella Leong

 

Han era um Imperador extremamente ganancioso, ele conseguiu unificar a China e construir sua imponente muralha com os seus inimigos sendo enterrados abaixo dela, mas como qualquer outra pessoa ele iria morrer. Por causa disso ele pediu a ajuda da bruxa Zi Juan para conseguir tal feito, mas ao invés disso ele foi amaldiçoado junto com seu exercito sendo transformando em soldados de terracota.

 

Uns 2000 mil anos depois, por volta de 1940 Rick e Evelyn O’Connell vivem uma vida tranqüila na Inglaterra, longe de escavações, múmias e qualquer outro tipo de perigo, mas essa vida demonstra ser algo extremamente tedioso. Até que eles recebem um convite para ir até Xangai, com a desculpa de ir visitar o irmão de Eve, Jonathan. Enquanto isso Alex, filho do casal, já adulto está realizando uma grande escavação na China para encontrar a múmia do Imperador Han e mais uma vez os O’Connell acabam despertando a múmia furiosa que agora quer dominar o mundo.

 

O roteiro do filme é o clichê da série, a múmia do mal que é acordada e quer dominar o mundo e Rick O’Connell tentando matá-la antes disso, há algumas tentativas de mostrar o relacionamento familiar dos O’Connell, mas essas cenas são chatas e só servem para atrapalhar a ação do filme que é o ponto alto. O filme tem excelentes cenas de ação e com ótimos efeitos, com direito a um Imperador que controla os 5 elementos, pode mudar de forma e ainda luta Kun Fu.

 

As atuações do filme no geral são adequadas para cada papel, Brendan Fraser cumpre com o papel de cara durão que atira primeiro e pergunta depois, Jet Li se vira bem como a múmia de 2000 mil anos e John Hannah continua sendo um ótimo alivio cômico no papel de Jonathan. Outra grande mudança, além da historia se passar na China e não no Egito (o Egito não é o único país com múmias) foi a da atriz que interpreta Eve e essa foi uma mudança para pior, porque Maria Bello tem bem menos carisma no papel do que Rachel Weisz (talvez por isso Eve apareça menos dessa vez).

 

No geral o filme diverte pelas enormes doses de ação e como os outros filmes do gênero as atuações e o roteiro não são dos melhores, mas servem ao propósito.

 

NOTA: 7

By Kaf

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: