h1

Diablo Cody

diablo_cody.jpg 

Como Diablo é um substantivo masculino, quem lê o nome de Diablo Cody logo imagina alguém com cara de mau. Pois acredite: a foto dessa página é realmente da lindíssima Diablo Cody, pseudônimo da excêntrica Brook Busey(1978). Nascida em Chicago, a moça decidiu se mudar para Minnesota e viver com o namorado, Jonny, que conheceu pela internet. Logo os dois se casaram e ela adotou o nome Brook Busey-Hunt.

 

O adjetivo excêntrica usado no parágrafo acima não se refere apenas ao fato de uma mulher tão bela adotar um nome realmente incomum ou arrumar um namorado pela web. É que Diablo, apenas para passar o tempo, foi atrás de um outro emprego. E começou a fazer strip-tease num clube noturno – diz ela, apenas como hobby. Isso porque durante o dia ela trabalhava numa gência de publicidade e promoções. Diablo não gostava desse lugar, que exigia muita dedicação e organização – o que ela confessa nunca ter sido organizada na vida.

 

O marido Jonny agradeceu aos Deuses quando ela pediu demissão e passou a trabalhar como stripper em tempo integral. Vai entender!!! O fato é que de amadora, ela se transformou em profissional do ramo. Durante as apresentações, usava os nomes Bonbon, Roxanne ou Cherish. E nas horas vagas ainda conseguiu um bico de operadora de tele-sexo.

 

Mas com o tempo ela foi se cansando daquilo, até que resolver abandonar tudo. Achou que era hora de cuidar do marido e dos dois gatos, Ernie e Douchepacker. E então começou a escrever um livro sobre sua experiência no mundo noturno e especialmente do strip-tease.

 

O livro, “Candy Girl: A Year in the Life of an Unlikely Stripper” (algo como “Garota Doce: Um Ano na Vida de uma Stripper Improvável”), tornou-se um fenômeno de venda. Diablo ficou famosa, deu entrevistas para jornais, revistas e televisão – participando do concorrido Late Show with David Letterman, em março de 2006. Empolgada com a idéia de escrever, passou a trabalhar no roteiro de um filme. Daí surgiu “Juno“, sobre uma adolescente pega de surpresa com uma gravidez não planejada; diante de tal problema, Juno toma uma decisão incomum e ligeiramente bizarra.

 

Juno” é a estréia, portanto, de Diablo Cody como roteirista. E de cara ela recebeu uma indicação para o Globo de Ouro 2008. A divisão da DreamWorks para TV contratou Diablo para trabalhar ao lado de Steven Spielberg. Diablo assina o roteiro e a produção executiva da série “The United States of Tara”. Além disso, escreveu mais três roteiros que serão filmados em 2009: “Jennifer’s Body”, “Girly Style” e “Burlesque”. A América é realmente a Terra das oportunidades.

 

Filmografia

  • The United States of Tara (2008), produtora executiva (1 episódio, 2008)

Roteirista

  • Girly Style (2009)
  • Jennifer’s Body (2009)
  • Burlesque (2009)
  • The United States of Tara (2008), (1 episódio, 2008)
  • Juno (2007)

Premiações

  • Indicada ao Globo de Ouro por Roteiro em Juno, 2008.
  • Vencedora do Oscar de Roteiro Original por Juno, 2008.

Diablo no David Letterman:

2 comentários

  1. adorei, achei muito interessante a história dela!! muito bacana!


  2. Ela poderia ser a nova mulher-maravilha nocinema se deixasse os cabelos crescerem,poi tem os olhos muito bonitos.



Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: