Archive for the ‘Ação’ Category

h1

Transformers 2: A Vingança dos Derrotados

agosto 11, 2009

(Transformers: Revenge of the Fallen, EUA, 2009)

Gênero: Ação – Aventura
Estréia – Brasil: 23 de Junho de 2009
Estúdio: Paramount Pictures
Direção: Michael Bay (Transformers, A Ilha, Bad Boys 2, Pearl Harbor, Armageddon)
Roteiro: Ehren Kruger (A chave mestra, O som do trovão, O chamado)
Produção: Lorenzo di Bonaventura (Constantine, Doom, Quatro irmãos, Stardust, G.I. Joe)

Duração: 147 min

Elenco Famoso: Shia LaBeouf, Josh Duhamel, Tyrese Gibson, Megan Fox, John Turturro, Peter Cullen)

Duas horas e meia de pura pancadaria entre robôs. Essa é a melhor definição que eu encontrei para este filme, que podemos dizer que é digno de Michael Bay. Transformers 2 é outro daqueles filmes que são pura ação dos primeiros aos últimos minutos. No começo, é legal, ver tantas explosões e pancadaria cibernética, mas mais passando o filme e você não aguenta mais tanta ação, e você começar perceber que falta história.

A história se passa 2 anos depois que Sam Witwicky (Shia LaBeouf) e os autobots (robôs do bem) salvaram os humanos dos Decepticons. Agora Sam está deixando sua casa para ir para a universidade. Enquanto os Autobots estão ajudando os militares dos EUA, os Decepticons logo ficam sabendo o que Sam ainda não sabe; que somente ele possui a chave para o resultado da luta entre o mal e o supremo poder do bem.

Pouca história, muita ação, bons atores, ótima trilha sonora…. é um filme para toda a familia, digno da sessão da tarde.

Nota: 6,801

Trailer:

Resenha por Caio César


Anúncios
h1

O Exterminador do Futuro 4: A Salvação

junho 17, 2009

(Terminator Salvation, EUA- Reino Unido 2009)

Gênero: Ficção Científica
Estréia – Brasil: 05 de Junho de 2009
Estúdio: Columbia Pictures
Direção: McG
Roteiro: Michael Ferris, John Brancato
Produção: Derek Anderson, Moritz Borman, Victor Kubicek, McG, Jeffrey Silver

Duração: 130 min

Elenco Famoso: Christian Bale, Sam Worthington, Anton Yelchin, Bryce Dallas Howard, Moon Bloodgood, Common, Helena Bonham Carter


O exterminador do futuro 4: A salvação teve estréia  5 anos depois do lançamento de seu filme predecessor, e promete aumentar o prestígio pela franquia, que hoje conta com seu 4º filme e o seriado “Terminator: The Sarah Connor Chronicles.

A história desta vez se passa em futuro apocalíptico, que mostra um mundo após a devastação nuclear causada pela Skynet (Inteligência artificial). Em 2018, John Connor, que é predestinado a ser o líder da resistência humana, encontra Marcus Wright, um homem que diz se lembrar de estar no corredor da morte, e acorda do nada no ano de 2018. Connor e Wright tentam deter a Skynet, que prepara seu ataque final contra a humanidade.

O filme não dá explicações sobre os mistérios dos filmes anteriores. Nós continuamos a não entender o por quê de as máquinas se rebelarem e quererem “dominar o mundo”, uma guerra sem objetivo. Ao contrário dos filmes anteriores, este se passa no futuro, então nada de jaquetas de couro e motos custom… Apenas continuam as famosas frases “I’ll be back”, “Hasta la vista baby” e “Come with me if you want to live”.

O longa conta com ótimo áudio, efeitos epeciais, figurino, e maquiagem. Já não podemos dizer o mesmo dos atores e do roteiro. O filme contém muitas e muitas cenas de ação e alguns atores não se envolveram com o personagem.

Nota: 8,456

Trailer:

Resenha por Caio César

h1

Anjos e Demônios

maio 26, 2009

(Angels & Demons, 2009, EUA)

Gênero: Thriller
Estréia – Brasil: 15 de Maio de 2009
Estúdio: Columbia Pictures
Direção: Ron Howard
Roteiro: Akiva Goldsman
Produção: John Calley, Brian Grazer

Duração: 138 min

Elenco Famoso: Tom Hanks, Ayelet Zurer, Ewan McGregor, Slim Khezri

Anjos e demônios é um filme adaptado de um livro como o mesmo nome, da série de livros de sucesso escrito por  Dan Brown. Assim como O Código Da Vinci, esta adaptação acabou provocando a igreja, tanto que ela boicotou o filme.

O filme continua com o protagonista Robert Langdon, um simbologista,  interpretado novamente por Tom Hanks. A história se passa no Vaticano, durante o conclave (eleição do novo Papa) e Robert dessa vez é chamado para ajudar na captura dos criminosos responsáveis pelo seqüestro de  dos cardeais favoritos para a “eleição” e pelo roubo de uma substância chamada antimatéria, que tem o poder de destruir o Vaticano inteiro. Esses criminosos declaram ser de uma sociedade secreta chamada “Illuminati”, uma fraternidade que supostamente existiu há muitos anos atrás. No filme, a substância “antimatéria” foi produzida no LHC (Grande colisor de Hádrons) no qual trabalha Vittoria Vetra, a nova “acompanhante” de Robert. Ela foi testemunha do roubo da antimatéria no laboratório, e se junta a Robert para contribuir nas investigações. Ela não tem muita função na história além de ser bonita e ser ouvinte das teorias de Robert

O filme conta com ótima trilha sonora e efeitos especiais, continua com o mesmo ritmo: Criptas, Enigmas, caça à igrejas, catedrais… conta ainda com cenas de ação muito boas.

Um dos defeitos do filme é a falta de história dos personagens. Nós não sabemos nada sobre a vida de Robert e os outros personagens secundários.


Nota: 8,99

Trailer:

Resenha por Caio César

h1

Operação Valquíria

maio 16, 2009

(Valkyrie – 2008 – EUA, Alemanha)

Gênero: Thriller
Estréia – Brasil: 26 de Dezembro de 2008
Estúdio: 20th Century Fox
Direção: Bryan Singer (X Men, X men 2. Os suspeitos e Superman – o retorno)
Roteiro: Christopher McQuarrie
Produção: Tom Cruise, Chris Lee, Christopher McQuarrie, Bryan Singer

Elenco Famoso: Tom Cruise, Kenneth Branagh, Bill Nigh, Terence Stamp e Tom Wilkinson

Operação Valkíria é um filme baseado em fatos reais da história mundial, portanto em filmes como esse nós meio que já sabemos o final. O diretor Bryan Singer supera isso e faz de Operação Valkíria uma narração impecável e incrivelmente interessante. Mesmo sabendo que Hitler não é assassinado, o filme consegue nos prender do início ao final.

O longa narra as sucessivas tentativas de assassinato à Hitler orquestradas por uma resistência de oficiais alemães, em especial a participação do Coronel Claus von Stauffenberg que ao se acidentar em uma missão na África, volta para a Alemanha e se torna o “cabeça” por trás de toda a conspiração. O objetivo desses conspiradores era o de após matar o Führer, colocar em andamento a “Operação Valkíria” para iniciar um golpe, controlar o país, e tentar dar um fim à guerra.

O filme dá um show em ambientação, como se realmente estivéssemos em plena segunda guerra mundial.  A direção, o roteiro e o elenco é bem explorado, ao contrário dos personagens, que não tem tempo suficiente para se envolver efetivamente na história, como percebemos com a família de Stauffenberg. Pois como já sabemos o final do filme, ele nos prende para sabermos o que vai acontecer com os “traidores” e a família deles.

A fotografia e a trilha sonora desempenharam um papel muito importante no filme, pois a maior parte do tempo do filme acontece em gabinetes, tribunais e escritórios e mesmo assim o filme não se torna cansativo. Recomendo!

Nota: 7,5

Trailer do filme:

Resenha por Caio César

h1

Underworld 3: A Revolução

maio 15, 2009

(Underworld: The Rise of the Lycans – 2009 – EUA)

Gênero: Ação
Estréia – Brasil: 17 de Abril de 2009
Estúdio: Columbia Pictures
Direção:Patrick Tatopoulos
Roteiro: Danny McBride, Dirk Blackman, Howard McCain, Len Wiseman
Produção: Len Wiseman, Richard S. Wright, Richard Wright, Skip Williamson, Tom Rosenberg, Gary Lucchesi

Elenco Famoso: Michael Sheen, Bill Nighy, Rhona Mitra, Shane BrollyShane, Kevin Grevioux

Underworld 3 – a revolução é um filme que não deve agradar nem aos fãs da franquia Underworld. Com personagens mal-feitos, roteiro relaxado, e os diálogos que parecem ser feitos às pressas, possui cenas confusas, e se distancia totalmente da ambientação dos filmes anteriores onde tínhamos ambientes urbanos sombrios.

A história se passa num período muito anterior aos demais filmes, quando explode a guerra entre os vampiros e os lobisomens (Lycans). Lucian, um lobisomem, nasce com a habilidade de se transformar em homem. Mas por ser da raça dos lobisomens, é escravizado por Victor, o vampiro Chefe. O sangue de Lucian é utilizado para fazer outros Lycans semelhantes e quando se tornou adulto, começou a se relacionar com  Sonja, a filha de Victor, uma bela mulher que não tem a maldade de seu pai. Com o tempo Lucian cria um desejo de liberdade, e começa a liderar um batalhão de escravos com sede de vingança. Então ocorre a revolução dos Lycans e as duas raças começam um confronto milenar.

O elenco do filme é decepicionante, o diretor é iniciante, enfim, é um filme dispensável. A franquia deveria ter uma continuação da história anterior, e não essa volta ao passado. Tal continuação não aconteceu pois Kate Beckinsale (que fez o papel de Selena nos filmes anteriores) negou querer participar nos próximos filmes da franquia.

Para quem nunca assistiu um dos filmes da franquia e se interessou pelo filme  eu aconselho assistir os filmes anteriores.


Nota: 4,5

Trailer do filme:

Resenha por Caio César

h1

Hellboy II: O Exército Dourado

setembro 9, 2008

Hellboy II: The Golden Army

 

EUA/ Alemanha, 2008 – 120 min

 

Direção: Guillermo del Toro

Roteiro: Guillermo del Toro, Mike Mignola

Atores Famosos: Ron Perlman, Selma Blair, Doug Jones, Luke Goss

 

Guillermo Del Toro depois de uma campanha de relativo sucesso com seus últimos filmes (Hellboy e Labirinto do Fauno) agora decide criar uma continuação para Hellboy.

 

A história começa quando humanos e seres místicos (que incluem elfos, ogros e goblins) travam uma guerra, os humanos saem vitoriosos, mas o rei dos elfos ganha controle (graças a uma coroa) sobre um gigantesco exército dourado criado por goblins. Esse exército indestrutível e incansável derrota os humanos, mas o rei arrepende-se de seus feitos e decide dividir a coroa com os humanos como prova da paz entre eles. Mas alguém não saiu feliz com isso.

 

Esse alguém é o príncipe elfo Nuada que depois de muitos anos decide acabar com a paz entre seres místicos e humanos, devido aos humanos estarem acabando com o mundo. Para isso o príncipe precisa juntar as partes da coroa e é aí que Hellboy entra.

 

Hellboy agora enfrenta problemas de relacionamento com Liz e quer acima de tudo ser conhecido pelo mundo, mas ao mesmo tempo fica indeciso devido a ele também não ser humano e pelo fato que Nuada luta em parte pelo bem de seu povo.

 

Hellboy não é um filme que conta com um roteiro dos mais complexos a maioria das ações tomadas pelos personagens é de certa forma previsível. A ação nesse filme parece estar seguindo a linha dos filmes atuais e colocando diversas lutas coreografadas, lembrando bastantes os filmes de Jackie Chan.

 

A trilha sonora é agradável e as atuações no geral agradam, mas não são das mais surpreendentes, os efeitos são bem trabalhados com uma infinidade de monstros grotescos povoando a tela. O filme, apesar de algumas divergências com a historia original, de certa forma agrada, mas acaba sendo bastante regular ainda mais comparado a outros filmes sobre heróis (ou anti-heróis) lançados recentemente.

 

NOTA: 6

By Kaf

h1

A Múmia – Tumba do Imperador Dragão

agosto 3, 2008

The Mummy: Tomb of the Dragon Emperor

EUA / Canadá / Alemanha – 2008, 112 min

 

Direção: Rob Cohen

Roteiro: Alfred Gough, Miles Millar

Elenco: Maria Bello, Jet Li, Brendan Fraser, Michelle Yeoh, Luke Ford, John Hannah, Isabella Leong

 

Han era um Imperador extremamente ganancioso, ele conseguiu unificar a China e construir sua imponente muralha com os seus inimigos sendo enterrados abaixo dela, mas como qualquer outra pessoa ele iria morrer. Por causa disso ele pediu a ajuda da bruxa Zi Juan para conseguir tal feito, mas ao invés disso ele foi amaldiçoado junto com seu exercito sendo transformando em soldados de terracota.

 

Uns 2000 mil anos depois, por volta de 1940 Rick e Evelyn O’Connell vivem uma vida tranqüila na Inglaterra, longe de escavações, múmias e qualquer outro tipo de perigo, mas essa vida demonstra ser algo extremamente tedioso. Até que eles recebem um convite para ir até Xangai, com a desculpa de ir visitar o irmão de Eve, Jonathan. Enquanto isso Alex, filho do casal, já adulto está realizando uma grande escavação na China para encontrar a múmia do Imperador Han e mais uma vez os O’Connell acabam despertando a múmia furiosa que agora quer dominar o mundo.

 

O roteiro do filme é o clichê da série, a múmia do mal que é acordada e quer dominar o mundo e Rick O’Connell tentando matá-la antes disso, há algumas tentativas de mostrar o relacionamento familiar dos O’Connell, mas essas cenas são chatas e só servem para atrapalhar a ação do filme que é o ponto alto. O filme tem excelentes cenas de ação e com ótimos efeitos, com direito a um Imperador que controla os 5 elementos, pode mudar de forma e ainda luta Kun Fu.

 

As atuações do filme no geral são adequadas para cada papel, Brendan Fraser cumpre com o papel de cara durão que atira primeiro e pergunta depois, Jet Li se vira bem como a múmia de 2000 mil anos e John Hannah continua sendo um ótimo alivio cômico no papel de Jonathan. Outra grande mudança, além da historia se passar na China e não no Egito (o Egito não é o único país com múmias) foi a da atriz que interpreta Eve e essa foi uma mudança para pior, porque Maria Bello tem bem menos carisma no papel do que Rachel Weisz (talvez por isso Eve apareça menos dessa vez).

 

No geral o filme diverte pelas enormes doses de ação e como os outros filmes do gênero as atuações e o roteiro não são dos melhores, mas servem ao propósito.

 

NOTA: 7

By Kaf