Archive for the ‘Ficção Cientifica’ Category

h1

O Exterminador do Futuro 4: A Salvação

junho 17, 2009

(Terminator Salvation, EUA- Reino Unido 2009)

Gênero: Ficção Científica
Estréia – Brasil: 05 de Junho de 2009
Estúdio: Columbia Pictures
Direção: McG
Roteiro: Michael Ferris, John Brancato
Produção: Derek Anderson, Moritz Borman, Victor Kubicek, McG, Jeffrey Silver

Duração: 130 min

Elenco Famoso: Christian Bale, Sam Worthington, Anton Yelchin, Bryce Dallas Howard, Moon Bloodgood, Common, Helena Bonham Carter


O exterminador do futuro 4: A salvação teve estréia  5 anos depois do lançamento de seu filme predecessor, e promete aumentar o prestígio pela franquia, que hoje conta com seu 4º filme e o seriado “Terminator: The Sarah Connor Chronicles.

A história desta vez se passa em futuro apocalíptico, que mostra um mundo após a devastação nuclear causada pela Skynet (Inteligência artificial). Em 2018, John Connor, que é predestinado a ser o líder da resistência humana, encontra Marcus Wright, um homem que diz se lembrar de estar no corredor da morte, e acorda do nada no ano de 2018. Connor e Wright tentam deter a Skynet, que prepara seu ataque final contra a humanidade.

O filme não dá explicações sobre os mistérios dos filmes anteriores. Nós continuamos a não entender o por quê de as máquinas se rebelarem e quererem “dominar o mundo”, uma guerra sem objetivo. Ao contrário dos filmes anteriores, este se passa no futuro, então nada de jaquetas de couro e motos custom… Apenas continuam as famosas frases “I’ll be back”, “Hasta la vista baby” e “Come with me if you want to live”.

O longa conta com ótimo áudio, efeitos epeciais, figurino, e maquiagem. Já não podemos dizer o mesmo dos atores e do roteiro. O filme contém muitas e muitas cenas de ação e alguns atores não se envolveram com o personagem.

Nota: 8,456

Trailer:

Resenha por Caio César

h1

Anjos e Demônios

maio 26, 2009

(Angels & Demons, 2009, EUA)

Gênero: Thriller
Estréia – Brasil: 15 de Maio de 2009
Estúdio: Columbia Pictures
Direção: Ron Howard
Roteiro: Akiva Goldsman
Produção: John Calley, Brian Grazer

Duração: 138 min

Elenco Famoso: Tom Hanks, Ayelet Zurer, Ewan McGregor, Slim Khezri

Anjos e demônios é um filme adaptado de um livro como o mesmo nome, da série de livros de sucesso escrito por  Dan Brown. Assim como O Código Da Vinci, esta adaptação acabou provocando a igreja, tanto que ela boicotou o filme.

O filme continua com o protagonista Robert Langdon, um simbologista,  interpretado novamente por Tom Hanks. A história se passa no Vaticano, durante o conclave (eleição do novo Papa) e Robert dessa vez é chamado para ajudar na captura dos criminosos responsáveis pelo seqüestro de  dos cardeais favoritos para a “eleição” e pelo roubo de uma substância chamada antimatéria, que tem o poder de destruir o Vaticano inteiro. Esses criminosos declaram ser de uma sociedade secreta chamada “Illuminati”, uma fraternidade que supostamente existiu há muitos anos atrás. No filme, a substância “antimatéria” foi produzida no LHC (Grande colisor de Hádrons) no qual trabalha Vittoria Vetra, a nova “acompanhante” de Robert. Ela foi testemunha do roubo da antimatéria no laboratório, e se junta a Robert para contribuir nas investigações. Ela não tem muita função na história além de ser bonita e ser ouvinte das teorias de Robert

O filme conta com ótima trilha sonora e efeitos especiais, continua com o mesmo ritmo: Criptas, Enigmas, caça à igrejas, catedrais… conta ainda com cenas de ação muito boas.

Um dos defeitos do filme é a falta de história dos personagens. Nós não sabemos nada sobre a vida de Robert e os outros personagens secundários.


Nota: 8,99

Trailer:

Resenha por Caio César

h1

Underworld 3: A Revolução

maio 15, 2009

(Underworld: The Rise of the Lycans – 2009 – EUA)

Gênero: Ação
Estréia – Brasil: 17 de Abril de 2009
Estúdio: Columbia Pictures
Direção:Patrick Tatopoulos
Roteiro: Danny McBride, Dirk Blackman, Howard McCain, Len Wiseman
Produção: Len Wiseman, Richard S. Wright, Richard Wright, Skip Williamson, Tom Rosenberg, Gary Lucchesi

Elenco Famoso: Michael Sheen, Bill Nighy, Rhona Mitra, Shane BrollyShane, Kevin Grevioux

Underworld 3 – a revolução é um filme que não deve agradar nem aos fãs da franquia Underworld. Com personagens mal-feitos, roteiro relaxado, e os diálogos que parecem ser feitos às pressas, possui cenas confusas, e se distancia totalmente da ambientação dos filmes anteriores onde tínhamos ambientes urbanos sombrios.

A história se passa num período muito anterior aos demais filmes, quando explode a guerra entre os vampiros e os lobisomens (Lycans). Lucian, um lobisomem, nasce com a habilidade de se transformar em homem. Mas por ser da raça dos lobisomens, é escravizado por Victor, o vampiro Chefe. O sangue de Lucian é utilizado para fazer outros Lycans semelhantes e quando se tornou adulto, começou a se relacionar com  Sonja, a filha de Victor, uma bela mulher que não tem a maldade de seu pai. Com o tempo Lucian cria um desejo de liberdade, e começa a liderar um batalhão de escravos com sede de vingança. Então ocorre a revolução dos Lycans e as duas raças começam um confronto milenar.

O elenco do filme é decepicionante, o diretor é iniciante, enfim, é um filme dispensável. A franquia deveria ter uma continuação da história anterior, e não essa volta ao passado. Tal continuação não aconteceu pois Kate Beckinsale (que fez o papel de Selena nos filmes anteriores) negou querer participar nos próximos filmes da franquia.

Para quem nunca assistiu um dos filmes da franquia e se interessou pelo filme  eu aconselho assistir os filmes anteriores.


Nota: 4,5

Trailer do filme:

Resenha por Caio César

h1

Star Trek

maio 13, 2009

Star Trek

EUA – 126 min.

Gênero: Ficção Científica
Estréia – EUA-Brasil: 08 de Maio de 2009
Estúdio: Paramount Pictures
Direção: J.J. Abrams
Roteiro: Alex Kurtzman, Roberto Orci
Produção: J.J. Abrams, Damon Lindelof, Bryan Burk, Alex Kurtzman, Roberto Orci

Elenco Famoso: Chris Pine, Zachary Quinto, Eric Bana

Audaciosamente indo onde nenhum homem jamais esteve”, J. J. Abrams, diretor, produtor e roteirista imortalizado pelos seriados Lost , Fringe e Alias, faz a série de sucesso Star Trek (Jornada nas Estrelas) ressurgir à telona.

O filme foi feito para qualquer pessoa assistir: Tanto os Trekers (Fãs de Star Trek) quanto as pessoas que nunca assistiram um dos 726 episódio ou um dos 10 filmes da série. Se você nunca teve contato com a série, não tenha medo pois o filme lhe introduz a universo de Star Trek, e seus personagens.

A história gira em torno da vingança de Nero, um romulano que alega ter seu planeta nativo (Romulus) destruído devido à negligência da Federação dos planetas unidos, em particular o Sr. Spock.  Nero viaja 25 anos no passado para semear a sua vingança. Então sua trama se cruza com a do protagonista James Tiberius Kirk que  é um rebelde à procura de algo mais para sua vida. Quando Kirk  ingressa na Frota estelar tem de seguir as ordens de Spock, um Vulcano que é um pouco excluído por seu planeta pelo fato de ser metade Vulcano e metade Humano. Logo Kirk e Spock tornam-se rivais, mas terão de acertar suas diferenças para poder derrotar o aparentemente invencível inimigo.

O roteiro é muito bem feito, os efeitos especiais são espetaculares assim como a trilha sonora. O longa contém algumas cenas de humor e cada personagem tem um papel importante no decorrer da história.

O filme é um ótimo convite para entrar no mundo de Star Trek, mas vou avisando: Os episódios não têm tanta ação quanto o filme tem, chegam a ser monótonos, é preciso paciência.

Nota: 9

Resenha por Caio César

Para quem se interessar, a cronologia de Star Trek é:
Star Trek Enterprise (serie)

Star Trek Clássica – Série

Star Trek o Filme

Star Trek 2 A ira de Khan – Filme

Star Trek 3 A procura de Spock – Filme

Star Trek 4 A volta para casa – Filme

Star Trek 5 A Fronteira Fina – Filme

Star Trek 6 A Terra Desconhecida – Filme

Star Trek the Next Generation – Série

Star Trek DS9 – Série

Star Trek Voyager – Série

Star Trek Generations- – Filme

Star Trek 1º contato – Filme

Star Trek Insurreição – Filme

Star Trek Nemesis – Filme

h1

Deepkut

junho 21, 2008

 Finalmente, depois de mais de cinco meses de Deep and Depp, decidimos, após notável crescimento, que era hora de fazermos uma comunidade no orkut.

 

Recém-criada, a comunidade ainda nem possui tópicos, mas sinta-se à vontade para discutir sobre as críticas e os filmes (ou algum outro assunto que lhe interessar).

 

Por enquanto, é isso, espero ter mais o que falar sobre isso em breve.

 

 

o link é esse

http://www.orkut.com.br/Community.aspx?cmm=58125305

 

 

 

 

 

Renato Valverde

h1

Fim dos Tempos

junho 15, 2008

The Happening (EUA, 2008)

Direção: M. Night Shyamalan

Roteiro: M. Night Shyamalan

Elenco Famoso: Mark Wahlberg, Zooey Deschanel, John Leguizamo, Ashlyn Sanchez, Robert Bailey Jr.

Certa manhã no Central Park, todos caminham felizes e tudo ocorre como de costume, até que sucessivamente todas as pessoas ficam confusas, param e começam a se mutilar com qualquer objeto que faça isso acontecer. Rapidamente esse comportamento é espalhado, um operário de obra se joga do prédio em construção, todos ficam em choque ao notar mais inumeras pessoas se jogando.

O professor de biologia Elliot Moore (Mark Walberg) e sua mulher Alma (Zooey Deschanel) saem da Filadelfia, como todas as outras pessoas, amedrontados e sem saber o que fazer para fugir do que seria um ataque terrorista, testes do governo para uma possivel arma biologica ou até mesmo algum tipo de vingança da natureza. O fato é que uma toxina originada não se sabe de onde desliga o senso de auto-preservação humano, fazendo as pessoas se suicidarem. 

Elliot e Alma precisam cuidar de Jess, filha de Julian..um amigo de Elliot, e passam a ter que encarar seus proprios problemas com o fim iminente, principalmente quando tem que conviver com cada vez menos pessoas.

O inicio realmente tira o folego por te deixar com varias questões em mente, mas na medida que o filme avança na meia hora final, as perguntas são respondidas com hipóteses moralistas… Na verdade muitas hipoteses são levantadas e um dos pontos positivos do filme é que não há uma conclusão, mas muitas perguntas são respondidas com obviedades dispensaveis.

M. Night Shyamalan é uma marca, e isso é um fato. Essa marca no entanto teve alguns fracassos, mais do que acertos, segundo a critica. Ele é um diretor de visão única, que constrói premissas impactantes ou no mínimo curiosas mas vem escorregando na execução de algumas delas. Mesmo em seus pontos baixos ainda há elementos que salvam suas estórias.

Nota 6.5

Resenha por Priscila  

h1

Eu Sou a Lenda

fevereiro 16, 2008

Eu Sou a Lenda

 

 

 

I Am Legend (EUA – 2007 – 100 min)

 

Direção: Francis Lawrence

 Roteiro: Mark Protosevich e Akiva Goldsman, baseado em roteiro de John William Corrington e Joyce Hooper Corrington e em livro de Richard Matheson

Elenco Famoso: Will Smith, Alice Braga, Charlie Tahan.   

 

Filme B da Warner que fez sucesso dezenas de vezes maior do que o esperado, Eu Sou a Lenda é de certa forma um remake de A Última Esperança da Terra (embora ambos tenham sido baseados no mesmo livro de Richard Matheson, o segundo é muuito mais velho).

Cientistas, na tentativa, digamos que com sucesso, de criar uma cura para o câncer, usando o vírus do sarampo, acabam espalhando uma terrível doença pela Terra. Testados em humanos, o vírus começou curando a doença, e mais tarde acabou matando quase todos os pacientes. Os que sobraram acabaram tornando-se criaturas hostis, supersensíveis ao cheiro de uma singela gotícula de sangue e à radiação UVB, ou seja, transformaram-se em algo parecido com vampiros.

O filme passa-se em uma inimaginável Nova York deserta, onde, aparentemente, o único ser humano não afetado pelo vírus é Robert Neville (Will Smith). Por mais de dois anos, ele passa os dias acompanhado de sua cadela Sam (inacreditavelmente, é impossível achar o nome da atriz canina), saqueando casas vazias e tentando transferir sua imunidade para o resto da população. Durante a noite, se esconde em sua casa torcendo para não ser assassinado pelas criaturas.

Will Smith, passando a maior parte do tempo tendo que falar sozinho, acaba mostrando-se um ator muito melhor do que pensava-se (e ele já era considerado um excelente ator desde o ótimo A Procura da Felicidade) pois a maior parte dos diálogos é em sua cabeça, e não parece algo estranho. O filme também tem primorosos efeitos especiais e a história é relativamente envolvente. Um dos grandes problemas do filme são algumas coisas inexplicáveis, como os inúmeros antílopes que andam pela cidade (poderia presumir-se que fugiram do zoológico, mas quantos são mantidos em um?), e o fato de humanos infectados andarem por aí de bermuda (tudo bem, não poderiam estar nus, mas não faz muito sentido).

O filme também é capaz de dar alguns sustos, portanto esteja preparado (conheço gente que não estava…). É um ótimo exemplo de filme que superou o original. Com participação de Alice Braga, sobrinha da Sônia Braga. 

 

Nota: 8,5

 

 

 

 

Por Renato Valverde